<$BlogRSDUrl$>

Das Leben, in den leeren Sekunden, durch die Aufmerksamen und Unwahrscheinlichen Augen jemanden der mag was er sieht.

30.1.05

É hoje 

um momento verdadeiramente histórico.

23.1.05

É ele o MEU HOMEM! 

Sempre o admirei pela sua entrega ao jogo. Sofri com as suas lesões e esperei pacientemente pelo seu regresso. Por isso, hoje, festejei efusivamente os seus golos de pura classe!

Penso que pior não há! 

As sucessivas trapalhadas de Pedro Santana Lopes e da sua equipa são absolutamente inacreditáveis! Se quisesse fazer de propósito, não consegueria fazer melhor!

21.1.05

Isto já é de mais! 

Além de Sócrates, agora quando vou à varanda, também vejo Pedro Santana Lopes!

18.1.05

O vizinho famoso* 

Quando vou à varanda da casa dos meus pais, ao olhar para o meu lado esquerdo, deparo-me com a imagem do futuro primeiro-ministro (mais um fatinho Armani novo!) a pedir para voltarmos a acreditar. Desculpem lá, acreditar em quê?!
Continuo sem saber o que fazer como meu voto!

*Nesta altura, é só vizinhos famosos às portas das nossas casas!
Isto é quase tão bom como viver no mesmo prédio que a Catarina Furtano! Mesmo assim, preferia ter como vizinho o Diogo Infante. O problema é que o resultado seria o mesmo. Por razões diferentes, claro está!

Que chatice!** 

Há pessoas mesmo chatas, imparciais e com um enorme mau perder!

**Dizer isto com a voz de tia que todos temos dentro de nós.

12.1.05

Da imperfeição para outra coisa qualquer 

Há pessoas assim: totalmente imperfeitas! Não brilham, não têm muita educação, não são simpáticas, não fazem o que dizem e continuam, sem hesitação, paradas no tempo! Isto tudo, camuflado por uma posição social com algum relevo. Será esta imperfeição toda que, de vez em quando, me consegue atrair?

Recado 

[Com alguns dias de atraso!]
Caro amigo, eu disse-te que o Liedson iria resolver o jogo! E disse também que quando ele marcasse golo, irias lembrar-te de mim...

3.1.05

Ano Novo 

Bom Ano de 2005.

28.12.04

E 

o que se passou na Ucrânia foi absolutamente contagiante!

Catástrofe 

Não consigo ser insensível ao que se tem passado na Ásia.

This page is powered by Blogger. Isn't yours?